Os figurinos de Halston para Martha Graham

Martha Graham era uma perfeccionista. Exigente, brilhante. Sua amizade com o estilista Halston, que é mencionada na série da Netflix, marcou o encontro de mentes únicas e criativas, da dança e da moda.

A coreógrafa e bailarina está no hall dos gênios. Inventou a dança moderna, mudou tudo. Desde que começou a dançar, nos anos 1920s, ela mesma fazia seus figurinos, preferindo tecidos que pudessem ter plasticidade e não interferir na mobilidade dos gestos. Minimalismo era sua preferência.

Halston colaborou com Martha em vários balés, com destaque para Tangled Night, Acts of Light e Clytemnestra. Os figurinos de Halston – retos e modernos – completavam a dança. Em Acts of Light, por exemplo, inspirado em uma poesia de Emily Dickinson, o tecido branco e elástico funciona como uma membrana que auxilia nas imagens imaginadas por Martha.

Acts of Light

Em Clytemnestra os figurinos ressaltam a história de violência e vingança da personagem.

Mas foi com Tangled Night que Halston se superou, considerado pelo New York Times a mais bela colaboração da dupla, com detalhes nos torços e braços. Peças de museu.

Veja a combinação dos dois no palco

Um comentário sobre “Os figurinos de Halston para Martha Graham

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s